Escolher a escola ideal em 8 passos

Escolher a escola ideal para seus filhos e filhas em 8 passos:

Olá, hoje vou falar como escolher a escola ideal para seus filhos e filhas em 8 passos.

É muito importante ser assertivo na escolha da escola para nossos filhos e filhas. A primeira escola é uma decisão séria e demanda muita pesquisa. A criança na sua primeira e segunda infância (entre 0 e 7 anos) está em formação de personalidade e caráter, está fazendo muitas sinapses neurais (costumamos falar que crianças são esponjas, que absorvem facilmente tudo que está a sua volta), aprende pela experiência, pelo convívio, pelo exemplo. Ela precisa estar em um ambiente saudável, adequado e amistoso, que tenha muito a lhe ensinar, com carinho e acolhimento, mas não deixando de lado a seriedade da formação global nesta fase da vida.

Quando escolha da escola vem pela 2ª vez, muitos pais parecem mais inseguros ainda. Isso acontece porque ou se acostumaram com a primeira escola, mas precisam partir para outra devido a uma necessidade específica, ou porque sofreram alguma decepção e não querem sentir que erraram na escolha novamente.

Há também crianças e jovens que mudam demais de escola. Ocorrências desse tipo precisam diminuir cada vez mais porque a mudança de escola em excesso faz com que o aluno não crie vínculos, rotina e esteja sujeito a diferentes propostas pedagógicas, o que pode resultar em lacunas de aprendizagem.

Dito isto, quero passar para vocês os 8 passos que podem ajudar na sua organização para a escolha da escola, seja esta a 1ª, a 2ª ou a 3ª…

1º passo:

CONHECER A CRIANÇA OU ADOLESCENTE. Sim! É isso mesmo!  Antes mesmo de sair de casa ou pesquisar escolas na internet é necessário perceber as características da personalidade desse sujeito que possui gostos, preferências, maneiras de interagir com o mundo. Existe escola para todo tipo de gente. Escolas mais tradicionais para quem precisa de mais direcionamento, escolas mais alternativas para quem gosta de expandir sua criatividade e é mais dinâmico, etc. Então é fundamental conhecer a fundo e observar as características da criança. Talvez uma criança muito tímida, fechada, que gosta de brincar sozinha, sinta-se num primeiro momento “perdida” e insegura numa escola muito grande, por exemplo. Um jovem que é muito criativo, pensante, expansivo, pode estar infeliz numa escola que tem metas exclusivas por resultados nos vestibulares.

2º passo:

CONHEÇA O ESPAÇO. Não tem como fazer uma sondagem de como é realmente a escola apenas por telefone e pelo site. O ambiente escolar é o lugar no qual o aluno vai passar no mínimo, 4 (quatro) horas por dia de segunda a sexta. Então, organize sua agenda para conseguir marcar visitas. Verifique limpeza, organização, número de pessoas responsáveis cada setor, área externa, salas de aula, banheiros, equipamentos, etc.

Sinta o ambiente. Acredite no seu feeling. Se o ambiente lhe traz paz e segurança é um bom começo. As visitas duram aproximadamente 1 hora.

3º passo:

CONHEÇA A VISÃO PEDAGÓGICA. Mesmo que você não seja da área e não entenda alguns termos específicos, na sua visita faça perguntas, pergunte sobre a pedagogia dessa instituição, seus benefícios, seus resultados e sobre a visão, missão e valores da escola. Tome nota e depois faça uma pesquisa do que ouviu na internet. A escola deve ter uma proposta pedagógica por escrito, que é um documento formal e obrigatório, homologado anualmente pela diretoria de ensino da cidade.
Essa visão deve determinar os rumos do trabalho docente. Portanto ela é fundamental para se dizer que esta escola tem ou não a ver com suas expectativas e necessidades.

4º passo:

PERGUNTE SOBRE A FORMAÇÃO DA EQUIPE: Muitos acham que quem está trabalhando em escolas tem formação obrigatória completa. Porém, existem escolas barateiam seus custos de funcionamento colocando em serviço apenas uma parcela de professores formados. Mesmo os auxiliares de classe devem ter formação específica.

Além disso, pergunte sobre a formação continuada da equipe. A escola deve investir periodicamente em formação e não só contar com um diploma.

5º passo:

EXISTE ABERTURA PARA SE OUVIR A FAMÍLIA? A escola deve sempre estar pronta para ouvir os pais, estar de portas abertas e propiciar sempre um ambiente acolhedor para a família. Pergunte como você pode ter acesso a professores e coordenação quando precisar, pois, se há muita distância e burocracia para que essa relação se estabeleça, você pode ver que algo não vai bem, tarde demais. Pergunte também sobre a periodicidade de reuniões agendadas pela escola com a família.

6º passo:

FAÇA UM TESTE. Sim! Por que não? Quando você vai comprar um carro, não dá uma volta nele primeiro? Então a escola também pode ser avaliada numa visita mais longa, na qual o aluno pode passar um tempo na escola, junto aos alunos da sua possível turma. Há escolas que permitem que se passe um período inteiro de aulas antes da decisão final.

7º passo:

LISTE TUDO: Visite no mínimo 4 escolas e faça uma lista do que gostou. Faça também a lista do que não gostou em cada uma. GRIFE O QUE É PRIORIDADE no lado positivo da lista mas não esqueça do seu feeling e de suas anotações.

8º passo:

PRIORIZE QUALIDADE: Este último passo não é o menos importante. Antes de pensar em preço e proximidade do endereço da escola com a sua casa ou trabalho, priorize a qualidade de tudo o que você observou nos itens anteriores.

O maior erro que as pessoas comentem ao procurar uma escola hoje é colocar o preço e a “logística” em primeiro plano.

Pode até ser que perto de você exista uma escola ótima para seu filho (a) com um preço acessível. Mas isso não acontece com todo mundo. Siga os passos nesta ordem que você verá que a qualidade é prioridade. Também não é a escola mais longe que será a melhor.
Você pode e deve sim começar a visitar as escolas próximas, no seu bairro. Mas visite pelo menos mais duas um pouco mais distantes mas que podem ter o perfil de sua família.
Siga esses 8 passos e evite transtorno futuros.

Sou Vânia Mesquita Trindade, tenho 37 anos, sou formada em Pedagogia e Mestre em Educação Escolar pela Unesp – Araraquara.

Veja Também:

Nosso CompromissoProjeto PedagógicoMaternalEducação InfantilEnsino Fundamental

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *